Dentro e fora dos palcos o mercado musical também é comandado por elas

Dentro e fora dos palcos o mercado musical também é comandado por elas

Neste dia das mulheres a pauta vem de dentro de um cenário até muitos anos estritamente masculino: o mercado musical.

Em um ambiente em que os homens reinaram por muito tempo, as mulheres vêm tomando espaço e conquistando cargos e ocupações que antes eram estritamente masculinas. 

Aos poucos, mulheres como As Galvão, Inezita Barroso, Roberta Miranda e tantas outras iniciaram na música um processo de revolução em décadas passadas. Seguida por elas, Paula Fernandes, Maiara e Maraísa, Marília Mendonça e várias outras anônimas ou famosas, dentro ou fora da grande mídia subiram ao palco e mostraram a que vieram. 

Agora o movimento é inverso e vem de cima dos palcos para atrás das cortinas, e cada vez mais, as mulheres estão tomando a frente e ocupando cargos que até então eram masculinos como segurança pessoal, fotografia, direção de vídeo, produção musical e até mesmo de empresariamento e gestão. 

Mais de 20 anos de experiência no mercado musical, Laís Araújo também assume a gestão da London Music e concilia a carreira de empresária da dupla Pedro e Paraná. Bárbara Ferrari e Gean e Marcel.

Neste cenário e no comando da London Music Gerenciamento Artístico, Laís Araújo é uma das sócias da empresa de gestão artística, localizada em Londrina, no Paraná. Graduada em marketing e comunicação, publicidade e propaganda, jornalismo e MBA nas áreas de gestão, gerenciamento e assessoria de imprensa, ela é a responsável não só pela diretoria de comunicação como também  pela gestão, imprensa, parcerias e produtos.

O início na música foi ainda na adolescência com a divulgação de shows e artistas no rádio. Passou por emissoras de TV, produção de eventos, grandes artistas e assessoria de imprensa até chegar no cargo que tem hoje. 

Completando mais de 20 anos no mercado, ela viveu e acompanhou de perto essa evolução. 

“Antes éramos vistas como as esposas ou filhas dos donos, isso quando não éramos as acompanhantes dos artistas, mas agora, já temos a nossa parcela de reconhecimento tanto do mercado, quanto do público”, relata ela.

Em sua empresa, a London Music, as mulheres comandam. Atualmente mais de 80% das operações  estão sob o comando de mulheres como Kemily Leso, Heloisa Galindo, Geovanna Ferreira, Sarah Milena e a “tia Ciz”, que chega com o café quentinho e uma fatia de bolo na mesa de cada um todos os dias. Isso sem contar com outras fornecedoras nas áreas de produção de conteúdo, influência digital, divulgação, fotografia e até mesmo musicistas que tocam em bandas.

No artístico, Bárbara Ferrari vem nos mostrar que lugar de mulher também é no palco cantando e tocando viola. Natural de Ibiporã, norte paranaense, Bárbara toca desde os 7 anos de idade e atualmente com 21,  ela já consegue percorrer e usufruir  na música o caminho trilhado por outras mulheres  sem tanta discriminação como no passado.

“Estamos longe do ideal, mas acima de tudo, hoje as pessoas têm a cabeça mais aberta. No escritório eu me sinto muito à vontade porque somos na maioria mulheres e nos entendemos muito bem”, comenta a cantora.

Na nova geração, Bárbara Ferrari vem trilhando vem vencendo o conceito do mercado, e conquistando seu espaço, mesmo em um ambiente liderado ainda por homens.

No casting do escritório, outra mulher rompe tais barreiras e mostra que “o lugar de mulher é sim onde ela quiser”. Cantora, empresária, compositora e à frente de seus negócios está ela, a rainha do sertanejo, Roberta Miranda. Com  mais de 38 anos  de trajetória a artista foi recém incorporada ao time, sendo as vendas no Paraná de responsabilidade da London Music.

Para Laís, “ainda temos muito o que avançar neste ambiente e queremos cada vez mais dividir funções e a carreira com outras mulheres, não só como cantoras, mas também em gestão”.

A rainha do sertanejo,Roberta Miranda é um dos grandes símbolos e exemplos da presença feminina na música sertaneja. Recentemente a artista entrou para o casting da London Music e Laís Araújo será responsável pelos novos projetos

Por: Lais Araujo | London Music

One thought on “Dentro e fora dos palcos o mercado musical também é comandado por elas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *